PESSOAS QUE ACESSARAM O BLOG:


quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Piso nacional para os policiais

O Senado Federal aprovou nesta quarta-feira, em primeiro turno de votação, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 41/08 que a cria piso salarial nacional para policiais civis, militares e bombeiros. O projeto determina que, no prazo de um ano, o governo federal deverá editar lei complementar fixando o valor do piso. O autor da proposta, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), explicou que o governo estuda o valor do novo piso. Mas diz que deve ser de R$ 3,2 mil, a exemplo do que foi aprovado recentemente em Sergipe. Renan acredita que 650 mil agentes sejam beneficiados com a proposta.

A iniciativa estipula que a União será obrigada a ajudar os estados na complementação dos recursos necessários à implantação do piso, caso seja comprovada a impossibilidade financeira. Além da ajuda do governo federal, os estados também poderão usar recursos do Programa Nacional de Segurança Pública (Pronasci) para complementar os valores do piso.

Os senadores pretendem garantir condições mínimas de trabalho e motivação profissional aos profissionais que desempenham importante papel na superação da crise de segurança que os estados do País têm enfrentado. O relator do projeto, senador Demóstenes Torres (DEM-GO), acredita que o descaso do governo quanto à segurança pública pode ter como consequência "a ruptura do tecido social e da substituição do Estado de Direito pela guerra civil". Ele também atribui o descontrole da violência no País à falta de remuneração adequada de todas as forças policiais.

A Câmara dos Deputados também analisa a criação de um piso salarial para policiais e bombeiros. A PEC 300 não contempla os policiais civis. Pela proposta, o piso nacional seria de R$ 4,5 mil. A comissão vota nos próximos dias se também haverá equiparação salarial dos policiais de todo o País aos do Distrito Federal.

12 comentários:

Anônimo disse...

NÃO PODEMOS NOS ESQUECER, JAMAIS, QUE O SOLDO É O SALÁRIO DO MILITAR.

O piso salarial dos policiais e bombeiros é “CONDITIO SINE QUA NON” para atrair e manter na carreira profissionais de qualidade, motivados e comprometidos com a segurança pública e o bem-estar do cidadão.

O Salário Mínimo Necessário, referente ao mês de Novembro/2009, divulgado pelo DIEESE é: R$ 2.139,06 (dois mil, cento e trinta e nove reais e seis centavos).

O Salário Mínimo Necessário é o valor estimado pelo DIEESE considerando o dispositivo constitucional que prevê as necessidades que o salário mínimo deveria suprir.

Amparo legal: Constituição da República Federativa do Brasil, artigo 7º, inciso IV ("salário mínimo fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender às suas necessidades vitais básicas e às de sua família, como moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, reajustado periodicamente, de modo a preservar o poder aquisitivo,...").

ESSE DEVE SER O SOLDO DO MENOR GRAU HIERÁRQUICO DOS MILITARES ESTADUAIS (O SOLDO DO SOLDADO PM/BM).

http://www.dieese.org.br/rel/rac/salminMenu09-05.xml

Anônimo disse...

PEC 41

O piso salarial dos policiais e bombeiros deve ser de R$ 3.200,00 (três mil e duzentos reais), a exemplo do que foi aprovado recentemente em Sergipe.

Anônimo disse...

Qual é próximo passo para a aprovação da pec 41?
alguém sabe dizer os tramites que faltam?
ass:CB PM Julio do Rio de Janeiro.

Difundir disse...

Olá,

Estamos montando um cadastro de blogs relevantes segmentados por assunto.
Caso tenha interesse em incluir o seu blog gratuitamente neste cadastro basta nos enviar uma mensagem para blogs@difundir.com.br informando o endereço do seu blog, e-mail de contato e assuntos que são abordados no seu blog.

Abraço,
Sergio
blogs@difundir.com.br
www.difundir.com.br

Anônimo disse...

PEC 41 - por uma remuneração adequada, para melhorar a qualidade do serviço policial militar e garantir uma segurança pública de verdade no Brasil.

O PISO salarial NACIONAL dos policiais e bombeiros deve ser de R$ 3.200,00 (três mil e duzentos reais), a exemplo do que foi aprovado recentemente em Sergipe.
_________________________________________________________________________________________________________

NÃO PODEMOS NOS ESQUECER, JAMAIS, QUE O SOLDO É O SALÁRIO DO MILITAR.

O piso salarial dos policiais e bombeiros é “CONDITIO SINE QUA NON” para atrair e manter na carreira profissionais de qualidade, motivados e comprometidos com a segurança pública e o bem-estar do cidadão.

O Salário Mínimo Necessário, referente ao mês de Novembro/2009, divulgado pelo DIEESE é: R$ 2.139,06 (dois mil, cento e trinta e nove reais e seis centavos).

O Salário Mínimo Necessário é o valor estimado pelo DIEESE considerando o dispositivo constitucional que prevê as necessidades que o salário mínimo deveria suprir.

Amparo legal: Constituição da República Federativa do Brasil, artigo 7º, inciso IV ("salário mínimo fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender às suas necessidades vitais básicas e às de sua família, como moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, reajustado periodicamente, de modo a preservar o poder aquisitivo,...").

ESSE DEVE SER O SOLDO DO MENOR GRAU HIERÁRQUICO DOS MILITARES ESTADUAIS (O SOLDO DO SOLDADO PM/BM).

http://www.dieese.org.br/rel/rac/salminMenu09-05.xml
_________________________________________________________________________________________________________

Os baixos salários são a principal preocupação de 92% dos policiais do Brasil.

O soldado não tem recursos para suprir as necessidades básicas da família e é forçado a fazer "bicos".

Muitos casais se separam... Já são 3 (três) anos de governo e nada de aumentar os salários da Polícia!

O governo atual não pode culpar os governos passados, pois ele também é culpado!

Governador atual é muito pior que os seus antecessores! Sérgio Cabral Filho é tão cara de pau que fica colocando a culpa pelos baixos salários da PMERJ e do CBMERJ nos governos anteriores. CABRAL É O PIOR DE TODOS OS TEMPOS!

Não temos condições de sediar os grandes eventos previstos para 2014 e 2016 (a Copa do Mundo e as Olimpíadas)...

Anônimo disse...

É VERDADE,VEJO TAMBÉM QUE ESSA PROPOSTA BENEFICIARÁ MAIS OS OFICIAIS DO QUE OS PRAÇAS,DIGO ISTO PORQUE O QUE NOS DIFERENCIA DE TODOS SÃO OS SOLDOS,E NINGUÉM PAROU PARA PENSAR NISTO,SE OAUMENTO FOR 100% QUE SEJA PARA TODOS SÓ MODIFICANDO OS SOLDOS,ESSA FIXAÇÃO DO AUMENTO DE 9000 PARA OS TENETES NOS SEPARA MUITO DESSE SALARIO,NÃO QUE EU ACHE QUE O TENENTE GANHE MUITO NÃO É ISSO,MAIS COM ESSE ESTUDO O AUMENTO SERÁ DIFERENCIADO A TODOS SE EU ESTIVER ERRADO ALGUEM ME CORRIJA,OS MAIORES BENEFICIADOS COM ISSO SERÃO OS OFICIAIS QUE TERÃO UM SENHOR AUMENTÃO!!!!!!!!!

Anônimo disse...

estive aqui calculando sou sgt com 19 anos de serviço,o meu salario é 2000 reais,pela pec 300 ele irá em média para 5000 mil reais,um aumento de 300% ok,mais os oficiais que entram agora(tenentes) que não possuem trienios ganhamem média 1600 reais,com o novo plano pec 300 passará para 9000 reais,representnado um aumento de mais ou menos 600%,acho que isso é injusto,pois o tempo de serviço não irá servi pra nada,o que deve ser feito é dar uma aumento geral e igualitario a todas as patentes e graduações,tendo em vista que na época do marcelo alencar de ten cel pra baixo foi prejudicado com o aumento de 150% aos coroneis,isso não poderá se repetir denovo,ou seja as maiores patentes ganharão sempre mais.

Anônimo disse...

vamos nos preocupar com aprovaçao da pec se que salario de oficial estude e passe para oficial

Anônimo disse...

mais é verdade mesmo seu burro,nada contra os oficiais,os soldados terão 500% de aumento,o 3ºsgt 300%,os tenentes 600%,os coroneis 1000%,alguma coisa está errada,os sargentos receberão menas porcentagem!!!!!

Anônimo disse...

“O GOVERNANTE QUE DIZ QUE O ESTADO DO RIO NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR MELHOR SEUS POLICIAIS ESTÁ MENTINDO!” (palavras de Sérgio Cabral Filho em 2006).

A PMERJ e o CBMERJ continuam sendo as corporações mais mal remuneradas do país!

O Governador Sérgio Cabral Filho mente deslavadamente!

Como pode um Estado tão rico (tem a 2ª maior arrecadação do Brasil) pagar tão pouco (o menor salário do país)???

“POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA SÓ É FEITA COM POLICIAIS BEM PAGOS” foi o que disse o então candidato ao Governo do Rio, Sérgio Cabral.

Nos anos '70, quem ingressava na PMERJ recebia um salário justo. Um Soldado iniciava a carreira ganhando por volta de 10 (dez) salários mínimos, o que corresponderia a R$ 4.650,00 hoje.

O aumento da criminalidade no Rio de Janeiro está relacionado ao descaso do Governo do Estado com a SEGURANÇA PÚBLICA! É o reflexo do pagamento de salários aviltantes aos Militares Estaduais (PMERJ/CBMERJ).

Quanto deveria ganhar um PM no Rio:

TABELA DE VENCIMENTOS - PMERJ/CBMERJ (o sonho do PM):

CORONEL ---------------- R$ 15.500,00
TENENTE-CORONEL ---- R$ 14.700,00
MAJOR ------------------- R$ 12.800,00
CAPITÃO ----------------- R$ 10.700.00
1º TENENTE --------------- R$ 9.300,00
2º TENENTE --------------- R$ 8.700,00
SUBTENENTE -------------- R$ 9.000,00
1º SARGENTO -------------- R$ 7.900,00
2º SARGENTO -------------- R$ 7.000,00
3º SARGENTO -------------- R$ 6.200,00
CABO ------------------------ R$ 5.300,00
SOLDADO ------------------- R$ 4.650,00

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro merece respeito!

Se a PMERJ e o CBMERJ fossem valorizados, a carreira militar estadual se tornaria o sonho de muita gente! O Estado precisa, com urgência, definir uma política salarial compatível com a importância da Polícia Militar.

Bons salários atraem bons profissionais, ou seja, é possivel fazer uma seleção melhor de quem entra e de quem permanece nos quadros.

A única coisa que não é paga com o dinheiro dos nossos impostos é o salário dos servidores públicos que arriscam a vida por nós, os Militares Estaduais (Policiais e Bombeiros). PMs e BMs do Rio têm o menor soldo do Brasil (inferior ao salário mínimo vigente), o pior salário do país. O Governo do Estado do Rio de Janeiro é a vergonha nacional!

Anônimo disse...

A organização da Polícia no Brasil está atrasada.

Em Portugal, por exemplo, já foram feitas modificações para adequar aos tempos modernos.

Nas Polícias norte-americanas, a carreira do policial é dividida em cargos, e não por patentes. Apesar do nome, nada tem a ver com o modelo militar de organização, com diversas patentes. Os cargos existentes são:

Officer – em português, Oficial, ou popularmente para nós, Guarda (o equivalente ao círculo hierárquico de Cabos e Soldados).
Detective – é o Detetive, cargo que pode ser alcançado opcionalmente após 2 anos de profissão, por concurso interno.
Sergeant – o Sargento é o cargo ocupado pelo policial após 4 anos de profissão, por concurso interno.
Lieutenant – Tenente, após 6 anos, por concurso interno.
Captain – Capitão, após 8 anos de exercício na função policial, por concurso interno.

Há apenas uma porta de entrada. O candidato entra na Polícia e recebe o cargo de Oficial, e trabalha no policiamento ostensivo, uniformizado.

PRECISAMOS MUDAR!

Anônimo disse...

NÃO QUEREMOS GRATIFICAÇÕES!
NÃO QUEREMOS BOLSAS!
NÃO QUEREMOS NADA!
SÓ QUEREMOS O SOLDO ACIMA DO MÍNIMO!

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina