PESSOAS QUE ACESSARAM O BLOG:


quarta-feira, 21 de outubro de 2009

COMUNICADO DO DEPUTADO ESTADUAL FLÁVIO BOLSONARO

Meus Amigos.

A Comissão de Segurança Pública e a Comissão de Defesa Civil da ALERJ realizaram, nesta segunda-feira (19/Out), audiência pública em conjunto para tratar dos irrisórios 5% de reajuste para Policiais, Bombeiros e Inspetores Penitenciários. Compareceram, representando o Governo, o Secretário Estadual de Planejamento, Dr. Sérgio Ruy, e do Subsecretário Estadual de Fazenda, Dr. George Santoro –responsáveis pelas receitas e despesas do Estado.

A presença, em grande número, de Policiais e Bombeiros na reunião refletiu a insatisfação geral com o baixo índice proposto. Além disso, durante as cinco horas de audiência, ficou claro que a concessão de reajuste maior não é uma prioridade do atual Governo, embora, comprovadamente, existam recursos.

O projeto deve entrar em votação na próxima semana quando tentaremos aprovar emendas em plenário, como a que estende as gratificações de R$ 350,00 a todos os ativos, inativos e pensionistas e as que retroagem a data para início da vigência do reajuste para 1º de maio, ou pelo menos, a 1º de setembro. Certamente, encontraremos grandes dificuldades de aprovar qualquer emenda, pois o Governo tem maioria na ALERJ.

Seguimos fazendo nossa parte e vamos trabalhar até o último instante para dar dignidade aos servidores da segurança pública e suas famílias.

FLÁVIO BOLSONARO
Deputado Estadual RJ

6 comentários:

Anônimo disse...

Dia 25/10 (domingo), às 10:00 horas, estarei em Copacabana (no Posto 6 - orla), porque EU ACREDITO na PEC 300/08!

Anônimo disse...

Conforme o artigo 7º, inciso VII, da Constituição Federal de 1988 c/c artigo 92, inciso I, da Constituição Estadual, NENHUM SOLDO PODE FICAR ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO!

Segundo o dicionário, SOLDO significa SALÁRIO.

SALÁRIO MÍNIMO DOS TRABALHADORES BRASILEIROS: R$ 465,00.

STF - 30/04/08 - SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO, SOMENTE PARA SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO!

Anônimo disse...

IRREGULARIDADE NOS VENCIMENTOS DE MILITARES ESTADUAIS (PMERJ/CBMERJ)

SOLDOS (de Soldado a 1º Sargento PM/BM) estão abaixo do SALÁRIO MÍNIMO vigente, apesar de a Constituição Estadual estabelecer o contrário.

Conforme definição do Dicionário da Língua Portuguesa, O SOLDO É O SALÁRIO DO MILITAR.

Em consonância com o Artigo 92, Inciso I, da CERJ c/c Artigo 7º, Inciso VII, da CF, os soldos dos servidores militares estaduais não podem ser inferiores ao salário mínimo vigente.

Uma resolução do STF (Supremo Tribunal Federal), de 30 de abril de 2008, diz basicamente que SOMENTE RECRUTAS que prestam o SERVIÇO MILITAR OBRIGATÓRIO PODEM RECEBER SOLDO INFERIOR AO MÍNIMO.

Mesmo assim, os soldos permanecem inferiores ao salário mínimo nacional!

O Brasil tem condições de sediar a Copa do Mundo de 2014?

O Rio tem condições de sediar os Jogos Olímpicos de 2016?

COM SALÁRIOS DE FOME NA POLÍCIA DO RIO, COM CERTEZA NÃO!

Cadê a Justiça para fazer cumprir a Lei???

O PODER JUDICIÁRIO PRECISA TOMAR UMA ATITUDE!!!

"A Justiça atrasada não é justiça, senão injustiça qualificada e manifesta." (Rui Barbosa)

A situação está insustentável... NENHUM SOLDO PODE FICAR ABAIXO DO SALÁRIO MÍNIMO!

Como pode um Estado tão rico (tem a 2ª maior arrecadação do país) pagar tão pouco???

O Governo Estadual tem muita verba em caixa, tem dinheiro de sobra, mas os atuais políticos (principalmente o Governador Sérgio Cabral) não têm compromisso com a Segurança Pública do Rio!

Lula, Sérgio Cabral e Eduardo Paes SÓ PENSAM EM SE DAR BEM.

VAMOS VOTAR COM CONSCIÊNCIA NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES (2010)!

Rio 2016? Não, não podemos!

http://cabralnuncamais.blogspot.com

Anônimo disse...

O Governador Sérgio Cabral não gasta nada na saúde, segurança pública, e educação, mas na propaganda não economiza, gasta milhões!!!
___________________________________

Em temos de previsão anual, o Governo do Sérgio Cabral em 6 meses gastou:

* Publicidade - 60 % (acima do previsto)

* Segurança Pública - 5,8 % (muito abaixo do previsto)


Obs: o ideal seria 50%.
___________________________________

O dinheiro do cidadão, o nosso din din, que deveria estar sendo investido em SEGURANÇA, SAÚDE, EDUCAÇÃO e saneamento está indo para as contas das empresas de comunicação (imprensa).

Não é a toa que não se pode sair de casa, os assaltos aumentaram, os estupros também, e a saúde está um caos, mas a imprensa está feliz da vida, que diga as Organizações Globo, e demais órgãos da imprensa.

É essa a fórmula do Governo do Sérgio Cabral de controlar a imprensa, usa a caneta, gasta milhões em publicidade, em contra partida a imprensa fica quietinha, e quietinha.

Assim vai o Cabral levando, e na base da caneta tentará a reeleição em 2010, por isso povo fluminense, muita ATENÇÃO, no que se lê ou em que se vê nas mídias tradicionais.

Mas infelizmente certas coisas de tão berrantes, não se conseguem esconder, por exemplo, o seu vizinho sendo assaltado e morto, as filas e o CAOS na saúde pública.

O Rio de Janeiro não tem condições de organizar as Olimpíadas de 2016 com segurança!

Se Deus quiser, o COI vai perceber que o Rio não pode sediar esse evento.

Anônimo disse...

Felizmente, alguns na PMERJ não abandonam a esperança. Alguns ainda lutam para fazer a diferença e não deixam que os pecados e pecadores os modifiquem. Insistentemente eles se mantém de pé, contra todas as forças que os tentam derrubar.

Lutemos por melhorias salariais!

Significado da palavra COMANDANTE/ LÍDER: um homem preocupado com a dignidade de sua tropa, com as condições de trabalho de seus homens.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro (PMERJ) só irá melhorar no dia em que for paga dignamente (como a PF), no dia em que o policial militar não precisar mais viver na favela e nem fazer bico nos dias de folga para sustentar sua família.

Anônimo disse...

UPP significa DINHEIRO PÚBLICO sendo jogado fora...

Morador do morro Dona Marta, em Botafogo, zona Sul do Rio, o estoquista Eliézio Conceição, 28, diz que a maior mudança do morro, desde que a UPP (Unidade de Policiamento Pacificador) foi implantada, há dez meses, é o fato de moradores estarem sendo revistados sem motivo, o que os deixa irritados. Eles relatam que as abordagens são truculentas. Alguns até dizem que UPP significa unidade de polícia problemática.

Os recrutas jogaram spray de pimenta nos olhos de uma técnica de enfermagem, Sônia Maria de Oliveira, de 48 anos, moradora da comunidade Santa Marta. Ela move um processo contra o Estado, pois considerou uma arbitrariedade a atitude desses PMs. O Ministério Público autuou os PMs como autores de "crime de abuso de autoridade". Conclusão: ninguém está satisfeito com esse modelo de policiamento, nem os moradores do morro/favela.

A política de segurança do Rio, como sempre, está errada! Como estamos com poucos PMs nas ruas, muitos estão em morros/favelas, os índices de criminalidade aumentaram no asfalto. Quem paga os maiores impostos está sendo prejudicado em detrimento dos que não pagam impostos. Os policiais militares mais experientes, que colocaram ordem no morro, não levam a gratificação de R$ 500,00 referente à UPP. Os Soldados mais modernos ("recrutas") levam o dinheiro sem terem feito nada! É uma injustiça com quem se arriscou...

GOVERNO CABRAL, O PIOR GOVERNO DE TODOS OS TEMPOS!

Se o Cabral for bem e chegar ao segundo turno das eleições em 2010, eu votarei em qualquer pessoa que chegar ao 2º Turno para tirar o Sérgio Cabral do Governo. Pinóquio nunca mais!

http://cabralnuncamais.blogspot.com/

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina